A MÃO

Jamais! Nunca pensei que naquele filme escondia a mão que afagou mortalmente a inocência. "A mão que balança o berço" foi o filme cujo protagonista do roteiro macabro, foi marcado pelo esgueirar do mal. Mal gosto de um membro tão útil, tão superior e tão arrogante. Nem se deu o trabalho de ser tão fútil. A menção da mão no título do filme foi resumida e proposital. A mão em suas investidas, agia bem pensado, bem planejado e bem calculado. Um bem excessivo no mal. Não, senhores! Não precisou mencionar o restante do corpo já morto no mal. O título foi parcial. Mas não fez injustiça; nenhuma desfeita. Não humilhou o membro que resumia o balançar da malignidade. Se não fosse um ato tão gentil, a mão seria o balançar da elegância. A mão balançou o berço, escondeu a ardilosidade. Não escondeu a evidência factual onde o diabo vestiu-se de podre. Os caminhos podem ser metáforas. Mas as ações não são generosas. Sim, senhores! O diabo vestiu o podre condenável que surpreendeu até os adivinhos do rei. Condenáveis são as intenções que exalam com discreção o cheiro podre. Não absolvam quem faz da fragilidade da infância o oportunismo insensato do adulto. O oportunismo adultera com os miseráveis. Desgraça e camufla pensamentos. Mata pelo destilar do veneno do medo. Mentiras escorrem entre os dedos. Os braços são destinados ao hades do desabraçar. O corpo está morto. Aqui jaz quem acreditou na segurança do abraço. Uma vez Morfeu fez do sono a sua cama, e dos sonhos a sua pior interpretação.

2 visualizações

Posts recentes

Ver tudo

O CHAPÉU

Outro dia a minha mãe caiu na besteira de perguntar: o que você tem na cabeça? O cinismo agiu rápido: chapéu! - respondi. A feição de mãe geralmente é vista como a de Maria, aquela do Salvador. Nesse

DE PONTA A PONTA

A fé - natural ou espiritual - entra na simetria que não se anula. Assim, se prolonga em desenvolvimento e se completa plenamente em propósitos. A fé natural é pragmática e limitada, por isso não comp

O COMEÇO DA CURA

Um dia Jesus estava aparentemente sem paciência. Definitivamente, o Senhor não perde tempo justamente na hora da dor. Diante de uma necessidade, Jesus viu algo que impedia a cura. Impacientou-se. Afin

  • Facebook
  • Instagram

BRADESCO  1994

C/C 365459

CEF 2437 - 013

Poupança 00624049 - 0

Ministério Pastoral

Judson Santos

+ de 30 anos de

serviços prestados